Bem Vindo ao Tribuna do Oeste - 6 Anos Alimentando Você com Informações Políticas !

Cenário pós-pandemia e exposição de propostas marcam primeiro debate em Salvador

Publicado em: 02/10/2020

por Mari Leal

Cenário pós-pandemia e exposição de propostas marcam primeiro debate em Salvador

Foto: Divulgação/Band Bahia

O primeiro debate com os candidatos à prefeitura de Salvador, realizado pela Band Bahia nesta quinta-feira (1) teve como marco uma “política de boa vizinhança” entre os prefeituráveis da base do governador Rui Costa (PT) – Major Denice, Pastor Sargento Isidório, Bacelar e Olívia Santana . Em um aparente “jogo combinado”, optaram por intensificar as crítica a atual gestão. Outro destaque do debate foi a atuação do candidato do PSOL, Hilton Coelho, que protagonizou de forma mais enfática os ataques ao candidato Bruno Reis (DEM). 

No primeiro bloco, os candidatos responderam igualmente ao mesmo questionamento, elaborado pela equipe de jornalismo da emissora. O tema escolhido envolveu as consequências da pandemia da Covid-19 na capital baiana, especialmente nas áreas de cultura e turismo. Questionados, os candidatos tiveram a oportunidade de expor suas ideias para mitigar os dados e retomar a abertura de postos de trabalhos (reveja). 

No segundo bloco, os candidatos tiveram a possibilidade de escolher tema e quem responderia aos questionamentos. Numa espécie de reconhecimento do terreno, a série foi aberta por Bacelar (Podemos), que questionou o candidato Bruno Reis sobre o fechamento das escolas por conta da pandemia (reveja).

Já no terceiro bloco, a discussão foi marcada por discussões sobre temas como arnaval, violência doméstica, epidemia de doenças transmitidas pelo mosquito aedes Egypti, com destaque para a atuação dos candidatos Pastor Sargento Isidório (Avante) e Hilton Coelho (reveja).

No quarto bloco, os pontos altos ficaram por conta da candidata Olívia Santana (PCdoB), que fez a única referência ao presidente Jair Bolsonaro – atrelado a críticas ao secretário de Educação do município, Bruno Barral -, e de Hilton Coelho (PSOL), que alfinetou os candidatos da base do governo estadual a partir de ríticas ao chefe do Executivo da bahia, Rui Costa (PT) (reveja). 

 No último bloco, dedicado às considerações finais, os candidatos exaltaram seus objetivos e capacidade de gerir Salvador (reveja). 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *